Blog Page 3

3 passos fundamentais para construir sua autoridade na internet (e vender mais)

0

criar autoridade

O seu conteúdo está ajudando os seus clientes a resolverem seus problemas?

Uma autoridade é criada quando você organiza o seu conhecimento de maneira 
simples e organizada e ajuda o seu público a resolver os seus problemas.

Será que você está seguindo os 3 passos fundamentais nesse processo? 

Veja bem. Ser mais respeitado não significa simplesmente ser admirado e reconhecido pelo seu trabalho, isso está diretamente relacionado a um aumento de vendas e faturamento para o seu negócio.

Neste artigo eu vou explicar exatamente quais são estes 3 passos fundamentais para você seguir e implementar no seu negócio.

Pronto para conseguir mais clientes? Então vamos lá.

Passo 01: O que você diz?

O que você tem compartilhado com seu público? Quais informações você tem disponibilziado?

Essa análise é fundamental para definir o seu planejamento online. Falar muito e não dizer nada é o erro que tem feito que muitas empresas e profissionais se frustrem totalmente com os seus resultados.

Veja. Se o que você tem dito, isto é, se a sua mensagem não estiver 100% alinhada com as reais necessidades do seu público, é provável que você jamais irá conseguir alcançar os resultados que você espera.

A internet está repleta de conteúdos rasos e incompletos, isto é, apenas um punhado de texto que não diz absolutamente nada. 

Toma a séria decisão de organizar informações simples e incrivelmente úteis para o seu público, de preferência um passo a passo.

Seja simples. 

Passo 01: Faça isso
Passo 02: Faça isso
Passo 03 Faça isso

Apenas ensine de maneira simples e ajude a resolver problemas reais. Concentre-se totalmente em ajudar a resolver um problema, todo o resto será consequência.

Passo número 02: Como você diz?

A forma como você passa uma mensagem é algo que você precisa ficar muito atento. Lembre-se: conteúdo não é somente texto.

Você pode gravar vídeos, audios, criar infográficos, enfim. O importante é que a forma como você irá compartilhar o seu conteúdo seja algo pensado no seu público.

O ideal é que você faça um “mix” de formatos. Escreva artigos, grave vídeos, tenha um podcast, escreva textos no Facebook.

Além do formato, o estilo que você adota para compartilhar o seu conteúdo é muito importante.

Você pode usar estudos de caso, contar histórias de sucesso, mostrar um passo a passo detalhado, etc.

Não adianta simplesmente mostrar que você entende do assunto, é preciso ter uma verdadeira preocupação em transmitir essa informação da maneira mais simples possível, por isso a maneira como você irá apresentar seu conteúdo deve ser estudada com muito cuidado.

Passo número 03: O quão original você é?

Nada se cria tudo se copia. Não existe nada novo. Todos estão copiando. Existem milhares e milhares de comentários como esse, não é verdade?

Sempre aparece alguém que fala: Eu criei isso. Pouco tempo depois aparece uma centena de pessoas que falam: “Na verdade, fui eu que criei”. Nunca se sabe. rs

O fato é que você não precisa tentar inventar a roda todos os dias, existem estratégias que funcionam e verdades que foram ditas que devem ser repassadas.

Mas, dentro de qualquer área de atuação, você precisa ter o seu diferencial. E transmitindo sua mensagem na internet não é diferente.

Eu disse isso uma vez e vou repetir. A internet está repleta de conteúdo raso e superficial, e a pergunta que eu lhe faço é: Como você vai mostrar que é diferente?

Esse é o terceiro passo para construir sua autoridade na internet. Você precisa construir o seu diferencial, isto é, mostrar o quão original você é.

Existem diversas maneiras de fazer isso, no entanto, uma das mais eficientes consiste em criar um posicionamento questionando alguma “verdade absoluta”.

Sempre que você questiona uma verdade absoluta, você chama atenção. É preciso fazer isso com cuidado e estratégia.

Exemplo: Quando eu comecei a trabalhar com SEO, todas as vagas exigiam conhecimento em programação, php, etc.

Esse é um conhecimento muito útil para quem vai trabalhar com otimização de Sites, porém, não é fundamental e obrigatório.

Eu mesmo, quando comecei não dominava nenhum desses tópicos e mesmo assim, consegui obter ótimos resultados me concentrando na produção de conteúdo relevante.

Quando eu fui começar a ensinar sobre o assunto eu adotei o seguinte bordão: “Você não precisa ser programador para usar o SEO para alavancar suas vendas. SEO é estratégia e não somente uma técnica. 

Inclusive foi esse exato gancho que eu usei para escrever meu E-book SEO na Prática.

Eu tenho certeza que existe alguma “verdade absoluta” na sua área de atuação, que você facilmente consegue mostrar que ela não é tão verdade assim. Experimente.

Seja consistente nesse processo

Todas as vezes que você pensar em produzir um conteúdo, analise estes 3 pontos.

O que eu vou dizer é relevante? Irá ajudar a resolver um problema?
Como eu vou dizer será a melhor abordagem?
Essa mensagem é original? Por que alguém seria beneficiado com essa informação?

Se o seu conteúdo passar por essas perguntas, ele merece ser publicado.
Caso contrário, é melhor você pensar em outro assunto.

Até a próxima.

Não esquece de deixar o seu comentário aqui abaixo.

Se você quer aprender quais são os 2 ingredientes para transformar o seu nome em uma autoridade, mesmo que você não saiba nada de tecnologia, assista este vídeo agora.

Facebook Fora do Ar: E agora?

0
Facebook Fora do Ar em 1 de Agosto de 2014
Facebook Fora do Ar em 1 de Agosto de 2014

Hoje quando cheguei no escritório, por volta das 13h, liguei o meu notebook e depois de ler alguns emails tentei acessar o Facebook.
Quando perguntei: “O Facebook está fora do ar só por aqui?” A resposta foi não… (Percebi um pouco de desespero nas respostas. rs)

A verdade é que essa não foi a primeira vez que o Facebook por um motivo ou outro, fica 100% off.
Quando eu fui pesquisar no Google se tinha alguma notícia sobre o que poderia ter deixado o Facebook Fora do Ar, encontrei várias notícias antigas relatando problemas e dificuldades em acessar a ferramenta.

O que é um Conteúdo relevante? Dobre os seus resultados

0

Dentro do contexto da otimização de sites e do planejamento estratégico do marketing digital como um todo, o conteúdo constantemente é apontando como uma das principais estratégias.

De fato, o conteúdo representa uma das estratégias mais assertivas na geração de relacionamento com o seu público-alvo.

O analista de mídias sociais e o SEO

6

Olá amigos, tudo bom?

Nos dias 24, 25 e 26 de maio, estive em São Paulo ministrando a palestra “Como posicionar sua empresa no Google e aumentar suas vendas em 4 passos”. A palestra foi feita durante o curso 8ps 2.0, realizado pelo Conrado Adolpho.

Durante o curso tive o privilégio de conhecer a Camila Porto, da ponto/conteúdo, profissional referência no Brasil quando o assunto é Facebook. Após a palestra, uma das perguntas que a Camila me fez foi: “E as mídias sociais, ajudam o SEO?”.  A resposta, você pode conferir neste post.

 

Receba dicas exclusivas por e-mail:



 

O perfil de um analista de mídias sociais

 

O mercado de mídias sociais no Brasil vem avançando bastante nos últimos anos, isso é um fato. Porém, é notório que ainda temos um vasto caminho a ser percorrido no amadurecimento dessa atividade em nosso país. Temos muitas vezes uma vontade muito grande de trabalhar com mídias sociais, no entanto, essa vontade ainda não se reflete em  capacitação profissional.

 

Profissionais das mais diversas áreas de conhecimento começaram a migrar e almejar a trabalhar com o fascinante mundo da web, em especial, com mídias sociais. Não irei me aprofundar acerca do perfil de um analista de mídias sociais, pois este não é o propósito desse post. Porém, preciso ressaltar que a vontade de trabalhar com mídias sociais deve ser acompanhada de muito estudo e, principalmente, prática.

 

O profissional de mídias sociais deve ser capaz de desenvolver um planejamento estratégico, isto é, ao iniciar a gestão de um perfil corporativo, esse profissional deve estudar o público-alvo, a fim de identificar qual a melhor estratégia a ser seguida. Nisto, pesquisar, planejar, executar e mensurar faz parte do seu dia-a-dia.

 

Nesse contexto, quero acrescentar uma outra área de conhecimento que deve ser agregada na bagagem de um analista de mídias sociais: o SEO.

Tenho dito que o SEO não deve ser visto simplesmente como uma técnica, mas como uma importante ferramenta de marketing capaz de gerar negócios para uma empresa no ambiente online.

 

 

A importância do SEO para as mídias Sociais

Dessa forma, o SEO se apresenta como uma peça fundamental no planejamento de marketing. Lembrando que o SEO não influência somente nas compras online, mas nas compras offline. Lembre-se que os usuários pesquisam na internet antes de ir até a loja.

Entre as etapas de otimização de um site, entender como o seu público pesquisa é de fundamental importância para um plano de SEO vencedor. Nisto, através dessa pesquisa é possível entender um pouco do que chamamos da psicologia do SEO, ou seja, qual a intenção do usuário no momento da pesquisa.

Levando isso para as mídias sociais, imagine que o profissional que é responsável pela gestão de conteúdo de uma página no Facebook começa a pesquisar sobre os assuntos relacionados ao público de sua página, identificando uma série de tópicos que surgem como grande relevância para o seu público. Com essa informação ele poderá criar e compartilhar informações de grande relevância com sua audiência.

Porém, ele só conseguiu identificar esses tópicos porque pesquisou. A grande pergunta é: 

Você está pesquisando sobre os interesses e necessidades do seu público-alvo?

  • A linha editorial das suas mídias sociais estão de acordo com o interesse do seu público?
  • O conteúdo é relevante?

Vamos em frente.

profissional midias sociais

Fonte de tráfego e geração de links

Muitos profissionais de mídias sociais não tem absolutamente nenhum contato com o Google analytics. Você pode estar pensando: “Ei, Natanael, eu tenho contato sim, estou fora dessa”.

Posso fazer outra pergunta? Você acessa o Google analytics todos os dias? Gera relatórios e toma decisões com base nesses dados? Se a resposta for sim, muito bem.

Se você respondeu que não, vamos em frente. O analista de mídias sociais precisa entender qual a real contribuição dele para a geração de negócios, isto é, na prática, quantos fãs se tornam clientes?

Identifique quantas visitas por dia a sua gestão direciona para o site da sua empresa, ou site do seu cliente. Avalie o tempo médio dessa visita, quantas páginas esse usuário navegou e, principalmente, quantas conversões esse público gerou.

Quando eu falo conversão, não me refiro somente às vendas online, mas ao email cadastrado, pedido de orçamento feito, etc. Se você faz isso todos os dias, poderá identificar quais postagens estão gerando o melhor resultado para o seu negócio.

É preciso entender que estamos vivendo um momento chamado de inversão do vetor de marketing, isto é, no marketing tradicional a comunicação se limita a mensagem da empresa para o consumidor. Hoje, o consumidor procura a marca e tira suas próprias conclusões.

Estamos vivendo em uma realidade de percepções, em que o posicionamento da sua empresa no ambiente online irá gerar uma imagem que poderá ou não influenciar no processo de tomada de decisão de compra.

Por este simples motivo, o posicionamento de uma empresa nas mídias sociais deve estar totalmente alinhado ao seu público-alvo. Dessa forma, o conteúdo compartilhado nas mídias sociais, tem um background de SEO, pois ele foi produzido de acordo com o interesse do público.

O tráfego gerado pelo Facebook para o site da sua empresa estará em total harmonia com o conteúdo que sua equipe de SEO está trabalhando no web site, isto é, o usuário é qualificado e a experiência com o seu web site será positiva. Dessa forma, os links do seu site/blog irão ganhar a web. Não preciso dizer que esses links são de grande importância para o SEO, preciso?

Resumo:

O profissional de mídias sociais precisa ser capaz de elaborar um planejamento estratégico

* O profissional de mídias sociais precisa ter conhecimento de SEO, entender a importância de pesquisar acerca do interesse do seu público-alvo e identificar suas necessidades e dúvidas, a fim de gerar conteúdo relevante.

O posicionamento de uma empresa nas mídias sociais precisa estar em perfeita harmonia com o seu público-alvo.

* Quando o conteúdo nas mídias sociais é relevante para o público, ele é direcionado para o web site e continua navegando.

* Conteúdo relevante é compartilhado, curtido e comentado.

* Integre o SEO às mídias sociais e vice-versa.

Plugins SEO: WordPress Yoast – Como otimizar meu site

11

wordpress-seo

Benefícios do WordPress para SEO

Olá, amigos do blog

Hoje gostaria de compartilhar com vocês algumas dicas de SEO para quem está nos primeiros passos desse mundo tão fascinante da otimização de sites. Muitos iniciantes em SEO, constumeiramente acertam e erram ao mesmo tempo, quando decidem procurar por plugins que irão lhe ajudar em suas aventuras no mundo do Search.

Antes de falar especificamente de plugins e do processo de otimização em sí, gostaria de falar sobre os gerenciadores de conteúdos, os famigerados CMS.  Bom, irei falar em especial do WordPress que eu particularmente considero o melhor e o mais indicado para SEO. Vale ressaltar que se faz necessário o domínio em outras plataformas, uma vez que por diversas vezes você poderá participar de projetos que utilizem outro plataforma CMS.

Entre os benefícios na utilização de um CMS, posso destacar a interface administrativa que boa parte possui, com bons editores gráficos e de conteúdo.  Após a implementação, com apenas login e senha é possível o editor organizar, editar e remover conteúdo sem maiores dificuldades. Vale ressaltar que boa parte dessas alterações não exige que o editor altere qualquer linha de código.

O WordPress tem conquistado fãs e críticos ao longo dos últimos anos, isto é, ao mesmo passo que muitas pessoas elogiam e indicam ferozmente a utilização da plataforma, outros consideram uma plataforma para “amadores”, entre outras coisas. Ressalto que o sucesso de um site não depende exclusivamente da sua plataforma CMS, porém, esse passo deve ser muito bem pensado e planejado, para evitar problemas futuros.

Um dos pontos mais positivos que eu posso destacar no WordPress, ou WP para os íntimos, é com relação a sua estruturação, ou seja, a customização da plataforma é muito simples, desde a definição dos permalinks, até a criação de categorias, tags, etc.

Vale ressaltar que apesar dos benefícios comprovados na utilização da plataforma WordPress, um site em WP não é o suficiente para conquistar resultados em SEO, é preciso muito mais que uma configuração correta e os plugins indicados. Falaremos sobre as melhores configurações um pouco mais a frente.

 

Plugins de SEO – Benefícios e cuidados

Falar sobre a importância de ser assertivo na escolha dos plugins, e ter cuidado no excesso de plugins, bem como na configuração feita de maneira  errada.

Comentei no início desse post que muitos iniciantes em SEO e em WP de um modo geral, ficam um pouco fascinados com a vasta quantidade de plugins disponíveis para a plataforma. Porém, é preciso ter muito cuidado para não exagerar na dose, e assim, não prejudicar mais do que ajudar. Vejo alguns sites que na verdade, não se tratam de sites com plugins, mas, plugins com sites.

O quero deixar claro é que a escolha dos plugins deve ser algo planejado, e o excesso de ativações pode pesar diretamente seu banco de dados e atrapalhar diretamente suas estratégias de SEO, com plugins que muitas vezes pouco irão ajudar no seu website.  Ressalto a importância da limpeza para plugins que já estão desativados, ou seja, exclua tais plugins.

WordPress Yoast – O plugin e seus benefícios

Agora que já falamos sobre os benefícios e cuidados na escolha dos plugins para o seu site/blog, quero falar em específico sobre o WordPress SEO Yoast, um plugin que sem dúvida merece fazer parte do seu acervo de plugins de SEO. Desenvolvida por uma empresa que presta consultoria em SEO, o plugin WordPress Yoast cumpre com muita eficiência o seu propósito de facilitar a vida do praticante de SEO. O grande destaque para o Yoast consiste em sua robustez, isto é, sua grande variedade de funções, entre elas podemos citar: Post titles and meta descriptions, canonical, permalinks, XML sitemaps, robotos.txt, etc.

Na aba General, a opção “Force rewrite titles” deve ser marcada para evitar alterações no código. As demais opções devem ficar desmarcadas, isso porque temos uma opção direcionada ao uso das meta keywords, que atualmente não apresentam benefícios e as demais opções estão relacionadas ao bloqueio do rastreamento para diretório DMOZ e Yahoo. Eu particularmente mantenho essa configuração apresentada abaixo.

 

 

Próximos passos: 

Na aba Home, você irá definir o título e description da página principal.  Na nova versão, o Yoast já permite inclusive a definição do usuário que terá o perfil do G+ exibido na SERP do Google com a integração da tag rel=author. Importante ressaltar que para a ativação é preciso o preenchimento dos dados na configuração de usuários no WP, bem como a autenticação do G+ no próprio site.

general - wordpress yoast

 

Uma dica importante, que em alguns casos gera um certo conflito, consiste  no preenchimento do título do site nas definições gerais do WP.  Algumas vezes é preciso deixar esse campo em branco para que não gere conflito com a definição que será feita na próxima imagem.

 

configuracoes-gerais

Nas configurações abaixo, realizadas na aba post Types a definição utilizada foi: %%title%% que consiste em utilizar o título da postagem como a meta  Title, isto é, o título que será visível no Google. A meta description deverá ficar em branco, para que na própria postagem seja possível criar uma descrição. A mesma configuração é utilizada para os títulos das páginas, porém, com a utilização da assinatura | Marca. Reforçando também a questão do branding no título das páginas.

 

Post Types

 

Palavra chave Foco e a otimização do conteúdo

Yoast-Wp

Agora que vocês já sabem como  fazer a configuração inicial do plugin, partiremos agora para os recursos oferecidos pelo plugin na própria interface da publicação de conteúdo. Na imagem apresentada acima temos o campo de edição do conteúdo, e logo ao lado direito temos essa bolinha verde próximo a palavra “Check”. Esse ícone representa uma validação da ferramenta para o status da otimização do conteúdo de acordo com a palavra chave escolhida como o foco da otimização.

Essa palavra deve ser preenchida no campo Focus Keyword, observe na imagem abaixo, digitei: “o que é seo?” que consiste exatamente nas primeiras palavras do meu título, isto é, são exatamente as palavras que estou direcionando a otimização do conteúdo. Logo após inserir a palavra Focus, antes mesmo de publicar o conteúdo você pode avaliar a pontuação, para isso basta digitar a palavra foco e em seguida salvar como rascunho.

 

Yoast-Focus-keyword

 

A segunda aba chamada Page Analysis, apresenta uma análise um pouco mais avançada com relação ao conteúdo, ele avalia pontos como por exemplo links apontando para a página, densidade de palavras chave, keyword correta nas imagens, etc. Os principais pontos ONpage são avaliados pela ferramenta. Vale a pena levar em consideração todos os pontos apresentados nesse segundo relatório, porém, não coloque as sugestões como uma ordem incontestável, a validação do editor deve ser o fator decisivo.

 

Yoast-Focus-conteudo

 

Os perigos do WordPress Yoast

Bom, já ouvi diversos casos não somente de problemas com relação a indexação, mas, até mesmo a questão da segurança do site, no que se refere a invasões através de falhas em plugins e themas. Porém, nada de alarmante, uma vez que todo e qualquer site e/ou plataforma, se faz necessário um acompanhamento e validação por parte do Webmaster.

Alguns webmaster já apresentaram depoimentos acerca de problemas com o WordPress Yoast, com relação a tag NOINDEX que é responsável por emitir a mensagem para os mecanismos de busca dizendo o seguinte: “Não faça indexação do meu site”. Eu particularmente nunca passei por situação parecida utilizando o plugin.

No caso citado acima, fica um alerta para que em todas as atualizações, seja feita validação e acompanhamento. A dica é ter um chelcklist para pontos importantes como indexação e rastreamento, dessa forma não será necessário o cliente perceber que houve uma queda no posicionamento, temos diversas ferramentas de alertas que podem mostrar qualquer problema o quanto antes.

O plugin Yoast, assim como qualquer ferramenta de SEO, deve ser visto como um auxílio, ou seja, no próprio post eu reforço que tudo precisa ser validado pelo editor, isto é, na minha humilde opinião, não podemos jamais dar todo o crédito ou culpa somente para a ferramenta. Cabe aos editores e webmaster conhecerem seu site na palma da mão e identificar qualquer mudança, seja ela causada por atualizações, plugins ou “fantasmas”

Vou acrescentar esse contraponto em uma nova postagem. Tema interessante.

Meus amigos, basicamente é isso. Irei atualizando essa postagem sempre que aparecer alguma novidade. Espero que esse conteúdo possa ajudar de alguma forma.

Se gostou do post, não esqueça de compartilhar,comentar,curtir, tweetar, etc e etc. 

Grande abraço!